my CGC

Teste Pré-natal Não Invasivo

 


TOMORROW Prenatal Test é o novo teste CGC Genetics que, a partir de uma amostra de sangue materno e de uma forma não invasiva, deteta no DNA fetal a presença de trissomias 21, 18 e 13, o sexo fetal e as alterações numéricas dos cromossomas sexuais (Monossomia X, XXX, XXY, XYY).

Porque dar resposta às suas dúvidas é tão importante, o TOMORROW é de facto uma boa notícia!


TODA A INFORMAÇÃO DISPONÍVEL EM:
www.tomorrowtest.pt



  • A quem se destina o TOMORROW Prenatal Test?
    • A todas as mulheres grávidas, sendo recomendado especialmente a:

      - Grávidas que desejam descartar a presença destas alterações cromossómicas no feto, sem recorrer a testes invasivos.

      - Grávidas com mais de 35 anos.

      - Grávidas com risco elevado para as trissomias 21, 18 e 13.

      - Grávidas com trissomia diagnosticada em gravidez anterior.

      - Grávidas com história de abortamentos de repetição.

      - Grávidas que desejam saber mais informações sobre o seu bebé.

       

      O TOMORROW Prenatal Test pode também ser realizado em:

      - Gestações gemelares (2 fetos) *

      - FIV/Doação de óvulos (próprios ou não)

       

      * Pesquisa de trissomias 21, 18 e 13 e identificação do sexo fetal. O teste não pode ser realizado no caso de gravidezes com mais de 2 fetos. O estudo do sexo fetal é efetuado pela presença ou ausência do cromossoma Y em sangue materno. No caso de deteção do cromossoma Y em gravidez gemelar (2 fetos), não é possível confirmar se um ou ambos os fetos são do sexo masculino.

  • O que determina o TOMORROW?
    • O estudo não invasivo em sangue materno TOMORROW Prenatal Test determina:

      Trissomia 21 (Síndrome de Down)

      Trissomia 18 (Síndrome de Edwards)

      Trissomia 13 (Síndrome de Patau)

      Identificação do Sexo fetal

      Alterações numéricas dos cromossomas X e Y: Monossomia do X; Síndrome de Klinefelter (XXY); Síndrome Triplo X (XXX); Síndrome Duplo Y (XYY)

  • O que distingue o TOMORROW Prenatal Test do Rastreio Pré-natal?
    • O teste de rastreio pré-natal, que combina parâmetros bioquímicos e ecográficos, faz parte do protocolo usado no seguimento de gravidezes; porém, este teste baseia-se num método indireto que apenas permite indicar uma probabilidade da presença de trissomia 21, 18 e 13, não indicando alterações do número dos cromossomas sexuais nem a identificação do sexo fetal. Os resultados são apresentados através de um score de risco (ex: 1/600 ou 1/75), nem sempre é de fácil compreensão. Além de uma taxa de falsos positivos que oscila entre os 3 e os 5%, que precisarão de confirmação por diagnóstico pré-natal invasivo

      TOMORROW, o novo teste pré-natal não invasivo, analisa diretamente o DNA da unidade feto-placentar, combinando a pesquisa de aneuploidias nos cromossomas 21, 18, 13, X e Y, assim como a identificação do sexo fetal, com elevada sensibilidade e especificidade.

       

      Atenção, nem todos os Testes Pré-natais Não Invasivos são iguais!

      Alguns testes atualmente presentes no mercado não contemplam a deteção de alterações cromossómicas do X e Y, nem a identificação fetal.

  • Porque o TOMORROW é tão importante hoje?
    • DETEÇÃO PRECOCE

      TOMORROW pode ser realizado a partir da 10ª semana de gestação (inclusive).
      O relatório estará disponível em 6 dias úteis.

       

      SIMPLES

      Apenas é necessário uma simples colheita de sangue, sem preparação prévia.

      Fazer o teste é simples, rápido e em apenas três passos:

      1. Colheita de sangue a partir das 10 semanas de gravidez.

      2. Análise da sua amostra de sangue.

      3. Resultados enviados pelos nossos laboratórios, diretamente ao seu médico.

       

      SEGURO

      A realização do teste não tem risco de abortamento, normalmente associado a métodos invasivos.

       

      ELEVADA CAPACIDADE DE DETEÇÃO

      Deteta os síndromes mais comuns: Trissomia 21, 18 e 13, bem como alterações numéricas dos cromossomas sexuais (Monossomia X, XXX, XXY, XYY).

      Todos os estudos de validação publicados até ao momento demonstraram alta fiabilidade do teste não invasivo. No caso da patologia fetal mais frequente, a trissomia do cromossoma 21, este estudo não invasivo demonstra uma sensibilidade e especificidade superiores a 99%.

       

      DOAÇÃO DE ÓVULOS

      O TOMORROW Prenatal Test pode ser realizado em casos de gravidez a partir de doação de óvulos e de fertilização in vitro;

       

      GRAVIDEZ DE GÉMEOS

      No caso de gravidez de gémeos (dois fetos) é também possível a pesquisa das trissomias 21, 18 e 13 e identificação do sexo fetal.

       

      TECNOLOGIA NGS

      O TOMORROW Prenatal Test recorre à tecnologia mais avançada existente (Sequenciação de Nova Geração, NGS).

      No estudo de DNA fetal a partir de uma amostra de sangue materno, milhões de fragmentos de DNA (feto-placentar e materno) são sequenciados e o número de sequências específicas de cada cromossoma é determinado. As sequências da amostra são submetidas a uma complexa análise bioinformática. Nas gravidezes em que o feto é portador de uma trissomia, o número correspondente de fragmentos do cromossoma afetado estará aumentado.

       

      CONFIRMAÇÃO SEM CUSTOS

      Em caso de resultado positivo é aconselhada a confirmação por diagnóstico pré-natal invasivo.

      Neste caso, o CGC Genetics oferece sem qualquer custo adicional: a realização de uma análise rápida por QF-PCR, disponível em 24 a 48h, e também a análise cromossómica (cariótipo), numa amostra fetal.